Thiago Almada garante foco total no Botafogo: 'Quero ganhar títulos'
10/07/2024 01:13 em Esportes

Apresentado nesta terça-feira (9), argentino é a contratação mais cara da história do futebol brasileiro

O Dia / Foto Vitor Silva

Rio - Contratação mais cara da história do Botafogo e do futebol brasileiro, o meio-campista Thiago Almada foi apresentado no Estádio Nilton Santos na tarde desta terça-feira (9). O argentino de 23 anos foi comprado junto ao Atlanta United em uma operação que pode chegar a R$ 137,4 milhões. 

O vínculo com o Alvinegro irá até meados de 2029, mas há acordo para que se apresente ao Lyon, clube de John Textor na França, no ano que vem. Ele, no entanto, despistou sobre o assunto e garantiu foco total no Glorioso.

"Assinei por cinco anos com o Botafogo. Tenho 100% de foco no clube e quero ganhar algum título. Depois podemos falar do meu futuro", declarou o novo camisa 23 do time comandado pelo técnico Artur Jorge.

Thiago Almada, antes de estrear com a camisa alvinegra, disputará os Jogos Olímpicos de Paris com a seleção argentina. Ele embarca para a França na manhã desta quarta-feira (10) e, caso os argentinos cheguem pelo menos na semifinal do torneio, só vai poder entrar em campo pelo Glorioso contra o Palmeiras, nas oitavas de final da Libertadores, em agosto. 

"Primeiro queria chegar aqui, assinar, conhecer meus companheiros e vou viajar amanhã para Paris. Estou muito contente por representar a camisa da Argentina. Quando me chamaram gostei do projeto de jogar a Libertadores, de estar no Brasil. Primeiro vou pensar na jornada olímpica para depois me dedicar ao Botafogo", disse. 

O meio-campista também falou sobre o status de contratação mais cara da história do futebol brasileiro. Para ele, nada disso importa: "Quero mostrar porque eles me compraram. Meu objetivo é dar o melhor e entrar para a história do clube. A Libertadores é meu sonho.

Confira outras respostas de Thiago Almada

. Torcida e companheiros no Botafogo: "Me receberam muito bem no aeroporto. Também quero agradecer aqui. Me fizeram sentir muito bem, meus companheiros quando cheguei. Foi uma loucura, é a primeira vez que chego num clube assim, estou muito feliz"

. Posicionamento dentro de campo: "Entro em campo e me sinto cômodo jogando como um camisa 10 ou de meia pelos lados do campo. Não tenho problemas. Vou jogar onde o técnico me pedir"

. Gol ou assistência?: "Gosto muito de dar assistências aos companheiros, mas o mais bonito do futebol é fazer gol. Quero muito ser ídolo do Botafogo, vou trabalhar muito para isso e ajudar a equipe"

. Campeonato Brasileiro: "A Liga Brasileira é uma das melhores daqui. É muito intensa, todos jogam muito bem. É muito parecido com a Argentina, tem muita pressão, eu estava sentindo falta disso"

. Passagem nos EUA: "Cresci muito na MLS, como pessoa e jogador. Me fez chegar ao Mundial com a Argentina. Aqui quero continuar evoluindo e quero jogar o máximo de partidas possível.

COMENTÁRIOS